Cuidados na aula de ciclismo Indoor

Autoria: Professora PhD Laura Castro de Garay (JG Instructor)
Os benefícios e cuidados na aula de ciclismo Indoor!

O método de ciclismo Indoor conhecido também pelo nome de Spinning (spin = girar) apresenta benefícios cardiovasculares proporcionando um alto gasto energético. Pedalar numa bicicleta estacionária é uma atividade procurada por diferentes praticantes de atividades físicas. Um programa de aula coletiva motivante e de baixo impacto, porém intensa que, tornou-se uma atividade indispensável nas academias de ginástica. Normalmente o aluno chega um tempo suficiente antes da aula, para garantir sua bicicleta devido a procura. Outro aspecto a destacar é a pouca exposição da imagem visto que a atividade é realizada sempre na bicicleta na posição sentada ou em pé, geralmente com poucas luzes na sala, e com ou sem espelho. O fortalecimento muscular e a perda de peso são fatores que levam os alunos a praticar. Algumas recomendações são importantes ao iniciar a aula. Aos alunos iniciantes em atividades físicas é importante familiarizar com a bicicleta e seus ajustes, dependendo da bicicleta temos vários ajustes: a altura do selim (banco), a altura do guidão, ajuste antero-posterior do selim (banco) e do guidão, e ajuste do pedal. Os ajustes auxiliam a uma postura correta e quando adequado ao aluno geram uma maior segurança e conforto. Se o ajuste não estiver adequado as medidas do aluno, pode causar desconforto e lesão articular e muscular, ou até mesmo uma sensação de incapacidade de realizar a tarefa. O condicionamento é adquirido com o tempo de treinamento, as recomendações são baseadas nas prescrições de exercício aeróbico e anaeróbico para atividades contínuas e intervaladas de intensidade moderada a intensa e muito intensa. De forma geral todos os indivíduos aparentemente saudáveis podem realizar a aula, mas alunos descondicionados e com sobrepeso/obesos devem iniciar com intensidade leve ou em um programa de condicionamento aeróbico complementar. No caso de uma frequência de treinamento de 3x na semana, intercalar com caminhada leve ou treino na bicicleta ergométrica, pois um alto volume de treino para a mesma modalidade pode causar um processo inverso ao da adaptação, levando o aluno a desistência ou afastamento da atividade. Atividades como o “spinning” têm uma especificidade na execução do movimento o que exige um processo de adaptação adequado ao padrão de movimento, porém por ser uma atividade basicamente aeróbica, cabe aos iniciantes treinarem a aptidão aeróbica também em outras tarefas, para um condicionamento de base. Alunos já iniciados em atividades físicas, porém iniciantes em spinning as recomendações seguem os princípios do treinamento, especificidade e progressão. Importante que o professor atente para a “dose” do exercício nas aulas, ou seja, a integração das informações de duração, frequência semanal e intensidade do trabalho, para melhor orientar os períodos de recuperação dos estímulos realizados na aula e entre os treinos. A recuperação entre os estímulos permite ao indivíduo uma manutenção no nível de intensidade do número total de estímulos. Por isso, os diversos modos de trabalho aeróbico devem apresentar características específicas para que os efeitos possam ser observados. Quando realizado em uma intensidade forte é importante que a prescrição atenda a fisiologia do esforço, ou seja, em que duração o indivíduo pode ou deverá sustentar cada esforço-estímulo-recuperação, em específico aos alunos iniciantes ou destreinados
A aula de spinning (ou um treino de caráter aeróbico) quando executada em intensidade forte e baixo volume, com estímulos intervalados, é eficaz para ganhos na potência aeróbica especialmente em pessoas com dificuldade de manter uma intensidade constante de exercício por um período prolongado. A intensidade é uma variável que está sendo destacada nos treinos dentro e fora das academias de ginástica, sendo mais importante que o volume para ganhos de específicas variáveis da aptidão física. Cabe ao professor, explicar e orientar as intensidades de treino que serão exigidas na aula e relatar a importância da realização de uma avaliação para determinação das intensidades de treino aeróbico. De forma geral, a recomendação é que um exercício moderado é realizado a 64-76% da frequência cardíaca de reserva (FCr), vigoroso a 77-95% FCr e quase máximo a máximo ≥96% FCr.
Cabe destacar que uma vestimenta adequada e a ingestão de líquidos são fundamentais, assim como, a realização de atividades concorrentes. Diversos alunos treinam mais de uma modalidade no mesmo dia. Aos que iniciam o spinning, evitem durante o período de adaptação atividades intensas antes ou depois da aula. Consulte sempre o professor para que a orientação seja segura e eficaz para os objetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *